Ecletismo Musical

O Saudável Louco está de volta…



Real GoneTom Waits

Mais um álbum conceptual, recheado de momentos soturnos e esquizofrénicos. Tom Waits volta a utilizar a forma de sucesso de Alice e Blood Money. São 15 temas(mais uma faixa escondida), mas poderiam ser muitos mais, a fórmula é antiga, mas, não restam dúvidas de que continua a ser Waits, reconhecivel aos primeiros acordes de cada faixa.

O álbum começa com um «Top of the hill» carregado de influências funk-pop-jazz e termina com uma espécie de rap punk. Pelo meio, encontramos grandes temas como «How’s it gonna end»; «Dead and lovely» e «Trampled rose».

Depois encontramos dois temas que marcam indubitavelmente este álbum, porque representam a sua alma, a sua mensagem e o seu verdadeiro propósito, são elas:

«Sins of My Father», com mais de 10 minutos de duração em que Tom Waits parece entrar num carrosel de uma qualquer feira que acabou de chegar a um lugar sombrio, cheio de mistério e crime, onde a figura de um pai pecador atormenta a mente deste ser estranho.

«Day After Tomorrow», um tema a fazer lembrar o grande Johnny Cash, num misto de country-folk, com uma clara mensagem política, carregada de uma enorme lucidez e simplicidade, escrita do ponto de vista de um jovem soldado de 21 anos ansioso por regressar a casa vindo do além mar:

«I’m not fighting for justice…I’m not fighting for freedom, I’m fighting for my life…and another day in the world here»

Next article Muito mais que apenas uma cara bonita...
Previous article Fado Pós-Amália

Related posts

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!

Leave a Comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *